CRES+5 debate avanços e desafios da educação superior na América Latina e Caribe

Teve início na manhã desta quarta-feira (13) em Brasília  a CRES+5 – reunião de prosseguimento da III Conferência Regional de Educação Superior da América Latina e Caribe (CRES 2018). O evento, promovido pelo Ministério da Educação, em parceria com o Instituto Internacional da UNESCO para a Educação Superior na América Latina e no Caribe (UNESCO-IESALC) e com o Espaço Latino-Americano e Caribenho de Educação Superior (Enlaces) acontecerá até sexta-feira (15) e contará com a participação de uma média de 2 mil pessoas para debater a educação superior.

As discussões na CRES+5 estão divididas em 12 eixos temáticos e buscam analisar as conquistas da educação superior da região e estabelecer as prioridades para a próxima CRES, em 2028. O objetivo é destacar o progresso alcançado desde a conferência de 2018, bem como os desafios remanescentes e as questões emergentes, principalmente após a crise pandêmica da covid-19. 

A abertura contou com a presença do Ministro da Educação, Camilo Santana, do Secretário de Educação Superior do MEC, Alexandre Brasil e autoridades ligadas à educação superior da América Latina, do Caribe e de outros países, parlamentares e comunidade acadêmica.

O PROIFES-Federação foi representado por uma delegação dos seus sindicatos federados que irá participar de toda a programação da Conferência. “Estaremos atentos e acompanhando todos os desdobramentos da Conferência que nos possibilita uma discussão feita em rede, considerando todo o contexto político, geopolítico, econômico e cultural da América Latina. Além disso, a CRES é uma oportunidade de discussão sobre a maneira que a educação superior vem sendo tratada nos últimos anos e o PROIFES irá contribuir de forma efetiva para essa discussão”, afirmou a Diretora de Seguridade Social da Federação, Raquel Nery.

Na quinta-feira (14) às 10h o PROIFES irá debater no simpósio do eixo 7 o “Trabalho decente e condições de vida dos atores da educação superior”, a Diretora de Assuntos Sindicais, Ana Boff, irá conduzir o debate.

Na sexta-feira (15)  a Federação irá promover um painel com o seguinte tema: Privatização da Educação no Brasil e na América Latina, Educação como direito X Educação como Commodity, acúmulos organizativos desde a CRES 2018”,  tendo como painelistas os professores Dilvo Ristoff (UFSC), Yamile Socolovky (Universidad Nacional de La Plata/CONADU) e a Diretora de Seguridade Social do, Raquel Nery.

Confira a programação desta quarta-feira (13):

Na parte da tarde, estão previstos na programação os simpósios, das 13h30 às 15h30, dos três primeiros eixos temáticos da CRES+5:  

  • Eixo 1: Educação superior como parte do sistema educacional na América Latina e Caribe;  
  • Eixo 2: Educação superior, diversidade cultural e interculturalidade na América Latina e Caribe; 
  • e Eixo 3: Educação superior, internacionalização e integração regional da América Latina e Caribe.  

Após a pausa para o café, das 16h às 18h, continuarão os simpósios sobre os eixos temáticos de 4 a 6:  

  • Eixo 4: O papel da educação superior diante dos desafios sociais da América Latina e Caribe; 
  • Eixo 5: A pesquisa científica e tecnológica e a inovação como motores do desenvolvimento humano, social e econômico da América Latina e Caribe; e  
  • Eixo 6: O papel estratégico da educação superior no desenvolvimento sustentável da América Latina e Caribe.  

Veja a programação completa

Gostou do conteúdo? compartilhe!

Pular para o conteúdo