25 de maio de 2024 04:22

Universidades oferecem atendimento psicológico a atingidos por enchentes

Veja como as universidades estão ajudando e também formas de ajudar

As universidades federais, tal qual durante a pandemia, mostram mais uma vez a sua importância para além da academia. Por meio da produção de ciência, do ensino e da pesquisa, e também de atividades de extensão e de voluntariado que novamente ajudam a população a enfrentar uma crise. E não qualquer crise, mas a maior tragédia pela qual Porto Alegre e Rio Grande do Sul passam. Entre as formas de apoio estão serviços de atendimento psicológico, seja para a comunidade de alunos como para a população em geral. Confira a seguir os serviços oferecidos:

UFRGS

A página do Saúde Mental UFRGS (acesse aqui a página do serviço) traz informações básicas sobre como receber ajuda, como ajudar e onde buscar informações, além de organizar materiais de apoio com orientações aos profissionais de saúde, em especial de saúde mental, da universidade e também de outros serviços, fazendo o trabalho de reunir em um só local várias formas de ajuda. 

O site também inclusive abriu uma aba específica, “Enchentes RS” (veja na foto no topo desta matéria), para esses serviços, entre eles a Roda de Acolhimento da Clínica Feminista UFRGS, diariamente, até 10 de maio, das 19h às 20h30. As rodas são abertas a todas as pessoas que necessitam de um espaço de escuta e cuidado. Para participar é necessário efetuar o agendamento prévio por meio do telefone (51) 98904-4790. Acesse aqui o Instagram do serviço e acompanhe. 

Neste endereço (clique aqui) a universidade também reuniu outras formas de ajuda de outras faculdades voltadas para a comunidade acadêmica.

A universidade também acolhe famílias na Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança (Esefid). Equipes da Faculdade de Farmácia da UFRGS também atuam no recebimento de doações, triagem e distribuição de medicamentos para vários abrigos montados em Porto Alegre e na Região Metropolitana.

Veja como ajudar como voluntário na ESEFID ou na Faculdade de Farmácia da UFRGS.

UFCSPA

A Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre criou o Grupo de Enfrentamento a Emergências Climáticas (acesse a página de serviços aqui), com uma série de informações de e para a comunidade acadêmica, disponibilizando formulários para oferecer e pedir ajuda, entre elas, orientação sobre como cuidar da saúde física e mental durante a situação de emergência, apoio emocional e escuta ativa para ajudar as pessoas a lidar com seus sentimentos e dificuldades, apoio para situações de vulnerabilidades em geral em relação às enchentes, como dificuldades socioeconômicas. Lembrando que pela característica da universidade, o atendimento à saúde da comunidade reflete diretamente no atendimento destes à sociedade. (Acesse aqui o perfil do Núcleo de Apoio Psicopedagógico – UFCSPA no Instagram.)

Além disso, também participam de um grupo de atividades lúdicas no abrigo da Sogipa e fazendo atendimento psicológico aos abrigados, um dos maiores da cidade, com cerca de 480 pessoas, e também atendimentos emergenciais no viaduto.

Assista aqui vídeo sobre a importância do cuidado com a saúde mental:

Psicóloga Joana Narvaez, professora da UFCSPA e coordenadora de Assuntos Docentes da universidade, fala da importância da saúde mental neste momento, tanto para quem é vítima como para quem ajuda.

Fonte: ADUFRGS-Sindical

Gostou do conteúdo? compartilhe!

Pular para o conteúdo