PROIFES-Federação debate contraproposta de reajuste salarial em plenária do Fonacate

Na tarde da última terça-feira (30), o diretor tesoureiro do PROIFES-Federação, Flávio Silva e o presidente do ADURN-Sindicato e membro do Conselho Deliberativo da Federação, Oswaldo Negrão, representaram o PROIFES na Plenária de Servidores(as) Públicos(as) Federais, convocada pelo Fórum das Entidades Nacionais dos Servidores Públicos Federais (Fonasefe). Ambos os dirigentes tomam posse hoje (31) na diretoria do PROIFES, como vice presidente e diretor de assuntos jurídicos , respectivamente.

A atividade aconteceu de modo híbrido: na sede do Sindsep, em Brasília-DF, e via Zoom. O objetivo foi discutir a contraproposta de reajuste salarial da bancada sindical, que será apresentada pelos(as) servidores(as) ao Governo na próxima rodada da Mesa Nacional de Negociação Permanente (MNNP).

A proposta discutida tem como base um estudo realizado pelo Departamento Intersindical de Estudos e Estatísticas (Dieese), que levou em consideração as perdas salariais dos(as) servidores(as) nos últimos oito anos. O cálculo, apresentado pela técnica do Dieese, Mariel Angeli Lopes, resultou em uma sugestão de acordo dividida em dois blocos: um contemplando trabalhadores(as) que não tiveram aumento a partir de 2016, e outro contemplando aqueles(as) que tiveram algum percentual de reajuste após 2016. Neste último caso, se enquadram os docentes das Instituições Federais de Ensino.

A partir da apresentação, Flávio Silva solicitou à técnica um novo estudo apresentando o impacto da proposta no orçamento da União. Além do reajuste, no documento apresentado a bancada sindical pleiteia a revogação de uma série de medidas, entre elas a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 32/2022, e da PEC 555/2006.

Confira a proposta protocolada no Ministério da Gestão e Inovação ainda nesta quarta-feira (31).

Gostou do conteúdo? compartilhe!

Pular para o conteúdo