25 de maio de 2024 11:32

Em reunião com Ministro da Educação, FNPE solicita retorno do Fórum Nacional de Educação – FNE

Camilo Santana indicou a revogação da portaria e recomposição do FNE

A diretoria executiva do Fórum Nacional Popular da Educação – FNPE realizou nessa terça-feira (07) reunião com o ministro da Educação, Camilo Santana, com o objetivo de solicitar ao ministro a recomposição do Fórum Nacional da Educação – FNE. Na oportunidade, o ministro recebeu o documento elaborado na CONAPE 2022 juntamente com a carta de Natal e o relatório elaborado pelo Fórum com a equipe de transição do Governo.

Participaram do encontro o presidente do FNPE, Heleno Araujo e representantes das entidades que fazem parte do Fórum, dentre elas, o PROIFES-Federação, representado pelo presidente Nilton Brandão e pelo Diretor de Ciência e Tecnologia, Ênio Pontes.

Heleno Araujo, apresentou para o ministro e para a Secretária Executiva do MEC, Izolda Cela, um histórico do FNE, sua composição e os efeitos da portaria assinada pelo ministro da educação do governo Michel Temer que excluiu a representatividade popular de mais de 14 entidades que compunham o Fórum.

Como fruto da reunião e das discussões apresentadas, o ministro indicou a revogação da Portaria 577 de 2017, possibilitando assim a recomposição do FNE. “O MEC está de portas abertas para receber as contribuições das entidades de luta pela educação pública de qualidade com inclusão para todos, estamos dispostos a reconstruir a educação brasileira por meio do diálogo. A educação voltou a ser prioridade no país”, afirmou Camilo Santana

“Saímos da reunião satisfeitos com a possibilidade de retomada do FNE, um espaço importante para a discussão de políticas públicas que visam garantir uma educação de qualidade em todos os níveis, é fundamental nesse momento de reconstrução o estabelecimento de diálogos propositivos junto ao MEC”, afirmou o presidente do PROIFES, Nilton Brandão que na oportunidade solicitou ao ministro Camilo Santana a marcação da reunião para apresentação da pauta de reivindicações dos professores das Universidades e Institutos Federais.

Gostou do conteúdo? compartilhe!

Pular para o conteúdo